A dica mais preciosa que eu posso te dar

Olá pípol!

Este post não é sobre roteiro que fiz, museu que visitei ou hotel que fiquei. Este post é uma dica preciosa que talvez não sirva para você, marinheiro de primeira viagem internacional, ou até sirva sim para você refazer alguns planos de viagem…

Recebo diariamente emails com as mais variadas dúvidas: o que vestir, onde ficar, o que fazer… Enfim, nada de muito novo. Respondo com cuidado e carinho a todos porque sou muito grata  a confiança que depositam em mim, lendo e seguindo minhas dicas.

Escrevo para dizer que com todas as minhas andanças, o que aprendi de mais precioso no quesito viagens é que o tempo passa rápido demais. E talvez seja por isso que passei a viajar de forma mais “slow”, ou seja, mais devagar. Eu sei que é tentador fazer um roteiro de 15 dias e passar por 8, 9 países, já fiz isso mas acredite é tão estafante que no final, a única coisa que você quer é a sua cama e o seu lar. É tudo tão corrido, impessoal, dias e dias acordando às 6:30 da manhã, horas dentro de um ônibus padrão europeu com poltronas duras, estreitas e o pior de tudo,  sem banheiro, que o final da viagem é mais consagrado do que o início. Fiz duas vezes esse tipo de excursão e me arrependi nas duas. Uma foi para a Espanha, que a frustração gerada  me deu uma coisa de  refazer todo o roteiro na minha velocidade, no meu tempo no ano seguinte e outra para Itália, que fiz a mesma coisa; sendo que nessa, o cansaço e o estresse da correria foi tamanho que no final da viagem, nos dois dias que tinha em Paris, fiquei de cama por conta de uma crise de labirintite. Bom, né?!

 Emails que assustam mas que eu faço o possível para ajudar

 Sabe, nos emails que chegam aqui na QG, falando justamente sobre roteiros mirabolantes, onde é possível acordar em um país, almoçar em outro e dormir em um terceiro, que a vontade que tenho é de escrever com todas as letras: NÃO FAÇA ISSO! É muito grande. Mas quem sou eu para atrapalhar o sonho alheio? E, de certa forma, as pessoas sabem que isso não é legal nem proveitoso, percebo logo, porque vem aquela frase “ou ju, sei que é loucura mas fechei um pacote de 10 dias pela Europa e vou conhecer  6 países… me ajuda a montar uma mala leve e me dê dicas do que é imperdível nas cidades  x, y, z ?” Olha, eu te ajudo já que você comprou o pacote porque o preço estava ótimo… Entendo que os preços sejam mais convidativos mesmo nesse tipo de roteiro mas sei lá… não são tão melhores do que roteiros em um ritmo mais tranquilo, não…

 “Ok, eu já entendi, viajar de pacotão é roubada mas é a minha primeira vez…”

Essa frase também leio muito e como já disse, quem sou eu  para me meter no sonho alheio. É por isso, que se você tiver a sorte de ler esse post antes de fechar algum pacote, vai por mim, diminua o ritmo. Independente da idade, da disposição, da vontade de querer ver-tudo-ao-mesmo-tempo-agora, diminua o ritmo. São dez dias? Escolha no máximo três países, a Europa tem países mínimos e outros tão grandes quanto o nosso aqui. Portanto, três países podem ser até demais dependendo da região. Essa dica vale tanto para quem está prestes a fechar um pacote na agência, para quem está montando um com o agente de viagens e para quem vai de forma independente mesmo, que para mim é a forma mais bacana de viajar mas eu entendo perfeitamente seu receio de ir para um outro país sem dominar o idioma e coisas afins.

Essa é a dica mais preciosa que você tem para mim? É. É mesmo. Se você chegou até este humilde bloguito é por que tem dúvidas, tem ideias, tem vontades mas não sabe exatamente como conjugar tudo isso. Vai por mim, menos é mais, deixe-se levar por uma tarde livre, por um lanche sentado no banco da praça, por um passeio pelo supermercado (que aliás, é um dos passeios que mais gosto de fazer), por uma soneca até mais tarde… Viajar é prazer, é leveza de espírito, não tem que ser a meia-maratona com todos os horários calculados rigidamente. Tem que ser leve e tem que ser bom.

chile2014-970

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: