Caminito – Buenos Aires

Falando no famoso bairro La Boca

Honestamente, tive a  impressão clara de que estava no lugar errado no dia errado… Era feriado de Páscoa e alguns lugares de Buenos Aires estavam lotadíssimos, nisso inclui o Caminito localizado no famoso bairro La Boca…

 

                                                    

 

 

 

 

 

 

Lugar cheio de turistas, cheio de ambulantes, lojas e restaurantes entupidos de gente. Difícil… A visita ao Caminito vale pelo turismo, para poder dizer aos seu amigos que foi lá. Eu fui com um city tour, mais seguro já que o bairro é mesmo residencial e não aparenta muita segurança para quem é de fora. Mas não sei dizer se gostei. As construções que não são mais habitadas servem como boas molduras para as fotografias pelo seu colorido e só.

A situação estava tão estranha que uma garrafinha de água custava 15 Pesos (cerca de R$7,50). as lojinhas de artesanato e souvenirs estavam totalmente lotadas e vendendo seus produtos em um preço muito acima do normal. Isso sem levar em consideração a quantidade de brasileiros vestidos com a camisa do Boca Juniors fazendo aquela bagunça… não gostei do clima, não…

                                                                   

A visita foi até rápida cerca de 50 minutos depois ficamos apreensivos em perder de vista a guia e o horário de retornar para o ônibus e acabou  não dando tempo para conhecer por dentro o estádio La Bombonera.

Fizemos cambio lá, com o mesmo preço praticado em todos os lugares da cidade. O bom é que o dinheiro podia ser trocado em notas pequenas, o que facilitou muito a vida.

O interessante do Caminito é que a quantidade de artistas plásticos que expõem suas obras na rua é muito grande e se você estiver interessado em levar alguma como recordação, o lugar é lá. É possível negociar bons preços para bons trabalhos. Longe da mesmice das lojas de souvenirs, os que se vê nas mãos dos artesãos e artistas são belos desenhos e pinturas com um traço muito bonito. Foi só o que valeu nessa “visita” ao Caminito.

  

Acredite em mim, Buenos Aires tem muitos outros lugares mais interessantes. Prefira aparecer por lá em um dia da semana ou na baixa temporada. Só não esqueça de quando for embora ligar para o rádio-taxi. O que pude ver é que nessa região o que mais havia era carro “disfarçado” de táxi. Isso pode ser perigoso, peça sempre no hotel o telefone do rádio-taxi e ligue quando precisar. 

                                                                                   

De qualquer modo valeu a visita.

2 thoughts on “Caminito – Buenos Aires

  • 01/12 at 10:05 am
    Permalink

    Fui a Bs As em novembro e NÃO fui ao Caminito. Simples: tinha pouco tempo na cidade e não queria viver como uma turista tendo que cumprir maratona de pontos turísticos só para dizer que fui.
    Fiquei hospedada na esquina da 9 de Julio com Av de Mayo, então ia até a Casa Rosada sem pretensões, Palermo (esse sim, “meu bairro”!), Av Corrientes, praças e parques diversos… Meu objetivo era passar desapercebida – embora negra, e quase inexistimos naquele local, curtindo os ares de Bs As sem se preocupar em levar uma foto ou outra desses “pontos turísticos”. Apenas meu marido voltou desanimado por não ter ido a Bombonera, mas numa segunda-feira, nem pensar!

    Reply
    • 01/12 at 8:20 pm
      Permalink

      Que bom que gostou da terra dos hermanos!

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: