Capri, a famosa

O dia começou bem, conhecer a Ilha de Capri no Golfo de Nápoles, famosa por ser considerada “point” de gente descolada e moderninha da Itália, parecia ser uma boa ideia…

Embarcamos no porto de Nápoles debaixo de uma chuva fina e depois de cerca de uma hora de viagem, a ilha de 6km de extensão começou a ganhar forma e o sol começou a aparecer.

Recoverd_jpg_file(2707)

Capri parece aquelas cidades de filme, tudo bonitinho, no lugar certinho, como que cenográfico. E a cor do mar… ahhh… um tom de azul que nunca vi na vida. Não consigo definir, uma mistura de azul índigo com royal, sei lá… e olha que de mar eu entendo.

Assim que descemos do ferryboat, dê uma olhada nos horários e valores aqui, embarcamos em uma escuna para um passeio pelo litoral com direito a passar pela pedra furada que garante, segundo a lenda, que os casais que passarem por essa fenda juntos, permanecerão juntos por toda vida…

Recoverd_jpg_file(16387)  Recoverd_jpg_file(16385) Recoverd_jpg_file(16382)

No verão a ilha fica lotada de gente bonita e bacana, as baladas acontecem quase que 24 horas por dia, as lojas mais chiques estão ali, os restaurantes mais descolados também e Capri, como não poderia deixar de ser, fica cara, caríssima. Mas para nossa sorte, a melhor parte de Capri é de graça: a paisagem.

Na parte alta da ilha, cuja principal praça é a Piazzeta ou Piazza Umberto I, se localizam os hotéis e restaurantes, você pode chegar através de um funicular (valor de 1,40 Euros cada viagem), microônibus ou táxis super charmosos.

Recoverd_jpg_file(11260) Recoverd_jpg_file(11259) Recoverd_jpg_file(11314)

 Se você quer conhecer, faça um bate-volta de Nápoles. As hospedagens em Capri são muito caras e não vale a pena se deslocar para uma cidade que em 1 dia você pode conhecer bem.  Mas se alguém tiver dicas de hospedagens baratas em Capri, por favor se manifeste!!

Recoverd_jpg_file(11256) Recoverd_jpg_file(11253) Recoverd_jpg_file(11247) Recoverd_jpg_file(11229)

Pegue ainda pela manhã um ferryboat no porto de Nápoles. É seguro e confortável. Ao chegar na Ilha, uma boa opção é fazer um passeio de escuna ou pegar logo o funicular para a parte alta. Eu recomendo fazer o passeio de escuna que ficam atracadas por ali mesmo e é fácil comprar um ingresso e embarcar.

O ponto mais interessante é a Gruta Azul ou Grotta Azzurra. Descoberta ainda no Império Romano, a gruta esculpida na pedra recebe a luz externa que refletindo na água dá um tom todo particular ao azul do mar.

Recoverd_jpg_file(16386)

gruta azul

Depois do passeio, encontrar um restaurante para o almoço não é difícil, prefira os da parte alta, tem mais sugestões no cardápio e uma variação de preços bem razoável daqueles que ficam lá em baixo perto dos barcos. Dica: peça o suco de limão siciliano! Ou na saída, peça uma dose de licor de limão. Se gostar, diversas lojinhas vendem esse licor em garrafas decoradas e pintadas a mão. 

Recoverd_jpg_file(11233)

Mas o melhor é a paisagem, seja do ângulo que for, Capri é uma cidade que merece uma visita. 

É possível partir de Roma para Capri em um só dia mas fica puxado pegar um trem de Roma para Nápoles e depois um barco para lá. Prefira chegar em Nápoles, rodar a cidade, pernoitar e no dia seguinte fazer um bate-volta a Ilha. Fica mais econômico.

Capri é uma cidade solar, não sei dizer se pode ser interessante conhecê-la no inverno, fico imaginando o vento gelado… Estivemos lá na primavera, mês de junho, dia de sol, quente e úmido e achamos lindo! Ah!  Não esqueça o filtro solar.

2 thoughts on “Capri, a famosa

  • 18/03 at 1:37 pm
    Permalink

    Oi Juliana, tudo bem?
    Em primeiro lugar, parabéns pelo Bloscars de Viagem! Vi que você foi uma das premiadas… 🙂
    Para quem quer um roteiro de um dia na ilha de Capri, aqui neste site tem um ótima: http://bit.ly/capri1day
    Uma outra dica: os hotéis em Anacapri (a segunda cidade da ilha) são mais baratos do que na cidade de Capri, e em maio, junho e setembro o clima costuma ser bom e os preços mais em conta.
    Um abraço aqui da Toscana,
    Barbara

    Reply
    • 18/03 at 2:25 pm
      Permalink

      Olá Bárbara,
      Obrigada pelas informações!! quanto mais, melhor!

      abraços, Juliana

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: