Economizando durante a viagem

Oba! Chegou o dia da viagem! Finalmente, daqui a algumas horas você estará curtindo, conhecendo, fotografando tudo! Que bom!!

Mas não é por isso que você vai gastar o que tem e o que não tem, certo? Vamos as dicas baseadas na minha exeriência pessoal de viajar a baixo custo.

1. Alimentação: se você reservou um apart-hotel,  maravilha! Descole um mercadinho por perto e compre o café da manhã. Iogurte, pães, café solúvel, água, suco de caixinha… calcule mais ou menos o que será consumido e compre.

apart-hotel que me hospedei em Bruxelas
apartamento alugado em Budapeste
faça os cálculos!

 

2. Transporte: já deu uma olhada no mapa do metrô? Dependendo do lugar, você pode sair já do aeroporto de metrô!! Ás vezes, o mapa do transporte pode parecer confuso mas é só olhar com atenção que tudo dará certo. Lembra que eu te falei para escolher um hotel que tenha trasporte público por perto? Pois bem, se você só usar transporte público vai economizar uma grana.

metrô em algum lugar que eu não lembro
onibus que peguei no aeroporto em Barcelona e me deixou a dois quarteirões do hotel

 

3. City tour: será que você precisa mesmo fazer um city tour com alguma empresa? Olha, dependendo da situação pode ser sim uma boa opção, mas você tem que avaliar. Eu, por exemplo, fiz um city tour naqueles ônibus enfeitados em Bruxelas porque passei cinco dias lá com uma chuva que não parou um segundo. Portanto, embarcar nesse passeio foi uma opção interessante para rodar a cidade. 

4. Compras: bom, aqui pode complicar um pouco. Achar tudo mais barato e comprar só porque não “sabe quando vai passar ali de novo” pode te dar um prejuízo daqueles. Mas se for inevitável, compre com consciência.  De que adianta comprar um casaco forrado lindo por um preço absurdo de barato se você mora em um país tropical??

queria levar todos mas só levei um potinho bem pequeno.

 

 

5.Pagar por entradas em museus e outras atrações é quase sempre inevitável. Uma maneira de economizar nesse ponto é procurar saber se a visita é gratuita em algum dia da semana ou então ,buscar visitar locais próximos um do outro no mesmo dia. Assim, você economiza tempo e dinheiro no deslocamento.

6. Refeições: nem vem com essa de comer no McVeneno todos os dias!! Na Europa, por exemplo, você encontra refeições entre 5 e 500 euros! Ou seja, fique de olho nos restaurantes que põem o menu na porta e que não estão localizados em ruas muito conhecidas e turísticas. Prefira restaurantes menores e no entorno da região turística. São bem mais baratos. Volto a lembrar, se você está em um apart-hotel, pode improvisar um jantarzinho. É só comprar a massa e o molho no mercado. Não vai ser a melhor refeição do mundo mais vai sair bem baratinho. Dá até pra acompanhar com um vinhozinho…

restaurante em Buenos Aires, numa ruazinha bem discreta na Recoleta.
barraquinhas de quitutes típicos em Praga. Comida boa e barata!
padaria maravilhosa em algum lugar da Alemanha…

 

 

Agora diz aí, o que você faz para o din-din render na viagem?

4 thoughts on “Economizando durante a viagem

  • 04/07 at 1:48 pm
    Permalink

    Excelente as dicas de viagem.
    Consegui fazer uma boa economia com elas.
    Grato.

    Reply
    • 04/07 at 3:30 pm
      Permalink

      Olá Henrique! Que bom saber que as dicas do blog foram úteis a você. Esse é o nosso objetivo!

      Obrigada!
      Juliana

      Reply
  • 31/03 at 5:22 pm
    Permalink

    Dicas importantíssimas as desse post, parabéns. Eu acabo deixando de economizar muitas vezes em função do meu blog de turismo cervejeiro, o Destino Cervejeiro, uma vez que eu, quase sempre, me deparo com algumas cervejas um pouco menos em conta nos menus, rsrs. Sucesso pra você, Juliana. Abraços

    Reply
    • 31/03 at 6:40 pm
      Permalink

      Olá Johnnie, obrigada pela visita! Ás vezes encontramos detalhes nas viagem que fogem aos nossos orçamentos mesmo… rsrsrsrsrs
      abs, juliana 🙂

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: