Florença

Florença foi a cidade que mais gostei de conhecer no tour que fiz pela Itália. Ela tem exatamente o perfil das cidadezinhas italianas que eu imaginava… uma praça central, uma igreja enorme, pontes, casarios antigos e… muita, muita gente fazendo turismo.

Chegamos cedo, nos juntamos a um grupo para fazer o tour guiado e melhorar a localização na cidade e nos assustamos com 32 graus que fazia às 10 da manhã. Mas como tudo é festa, lá fomos nós!!

O dia foi corrido, por isso, não deu pra entrar na Galeria Ufizzi, tao pouco na Galeria dell’Accademia para vera estátua de Davi ao vivo. Eu não tinha comprado ingressos com antecedência e as filas estavam gigantes mas sua réplica na praça na Piazza della Signoria não tinha como não ver, aliás, que lugar interessante! Acho que era o ponto de encontro de todo mundo em Florença. E parecia um verdadeiro museu a céu aberto. Recoverd_jpg_file(2704)

 

Conhecemos o  javali que, segundo a guia, quem passasse a mão nele, garantia seu retorno a Florença e muita sorte na vida. Em todo lugar da Itália tem uma escultura ou algo do tipo que você tem que passar mão para “garantir” seu retorno àquele lugar…

Como você pode ver, eu não molhei minha mão na “baba do javali”, deixei que minha mãe fizesse isso enquanto eu registrava a cena.

Florença possui vários mercados, seu comércio é bem intenso, me arrependo até hoje de não ter comprado uma casaco de couro por 20 euros…

Sabia que a cidade era linda mas sem dúvida alguma, ver o Duomo – Santa Maria del Fiore – e seu Batistério foram um momento e tanto! Realmente, a beleza e a imponência do Duomo impressionam. A quantidade de turistas e o calor também assustaram os mais desavisados (eu, por exemplo, que achei que em pleno final de maio não veria esse movimento todo).

 

Resumindo o dia que tive: fiquei com a sensação de que “precisava” ter ficado mais tempo em Florença. Pra sentir mais um pouco a atmosfera da cidade e ver tudo que tinha que ser visto.

 

Achei a cidade mais barata do que Roma e Veneza. Não fiz compras, almocei e comprei uns souvenirs, entretanto, comi uma pasta com direito a salada, café e água por 12 Euros no Alla Griglia. O sorvete em uma sorveteria que não me lembro o nome também manteve a qualidade dos outros que experimentei no país e por 2 Euros a bola caprichada.

 

2 thoughts on “Florença

  • 21/06 at 8:41 pm
    Permalink

    Tb amei Florença!! Estive lá em Jan/13 e por sorte reservei 4 dias, mas mesmo assim ainda achei pouco…
    Tive a oportunidade de visitar os lugares que vc comentou, mais a Galeria Ufizzi e Galeria dell’Accademia além de outras atrações fantásticas como Palacio Pitti, Ponte Vecchio,.. Por ser inverno, existiam filas mas suportáveis (sem contar que vc pode “furar” a fila pagando uma taxa de 4 euros – Biglietteria Prenotati)… A cidade é sempre repleta de turistas, acredito que em qualquer época do ano. Pretendo retornar ano que vem, pq ainda tem muitas atrações a serem vistas e a cidade é maravilhosa…

    Reply
    • 21/06 at 9:29 pm
      Permalink

      Florença é tudo de bom, né Gisele?! Também gostei muito, aliás, foi a cidade que mais gostei de conhecer na Italia. Tenho que voltar lá…

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: