O relógio astronômico de Praga e seu "mini-show"

Depois de três dias em Praga, caminhando, curtindo a cidade que é apaixonante nos demos conta de que ainda não tínhamos visto a o relógio astronômico naquele momento crucial que acontece a cada hora em que a estátua que simboliza a morte (uma caveira) vira a ampulheta seguida da “aparição dos 12 apóstolos por duas pequenas aberturas na parede da Prefeitura Municipal da Cidade Velha. Pois bem, toda vez que estávamos perto dali, eu olhava o meu relógio e estava meio longe de marcar hora cheia, por isso, acabávamos indo ver ou fazer outra coisa. Mas finalmente, um dia já quase 7 da noite, conseguimos ver o mini espetáculo.  TODO MUNDO dizia que era imperdível, que passar por Praga e não ver os apóstolos lá do relógio era o mesmo que não ter ido a Praga.

Confesso que eu estava ansiosa, sabe como é, novidades sempre me deixam ansiosa… chegamos no relógio em torno de 18:40, vários turistas se aglomeravam ali perto, buscando o melhor ângulo, para a melhor foto ou melhor filmagem, fotografei alguns detalhes para passar o tempo mais rápido (sim, 20 minutos para um ansioso crônico é muito tempo!), observei o pessoal e a discreta agonia de esperar por algo que não se vê todo dia e reparei que o relógio em si é mesmo uma obra linda, uma obra de arte secular que continua atraindo milhares de pessoas por dia. Lembrei de outro relógio astronômico que conheci, desta vez em Estrasburgo na França. Este ficava dentro da catedral da cidade, também era lindo e tinha bonequinhos que apareciam de hora em hora, só que com bem menos turistas .

Veja os detalhes que captei antes do momento frisson.

E finalmente, o relógio marca 19 horas,  veja o pequeno grande espetáculo:

                                             

 

Então achou incrível? Achou meio sem graça? Achou meio sei lá…

No fundo, no fundo eu achei meio decepcionante mas  fui com muita expectativa, aí já viu…  De qualquer forma, valeu. Praga tem muito mas muito mais do que um relógio astronômico.

2 thoughts on “O relógio astronômico de Praga e seu "mini-show"

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: