Praga: roteiro de três dias (dia 3)

Olá pessoas! Acharam que eu tinha esquecido de terminar o roteiro de Praga, né???  Eeerrrr… bem, eu esqueci mesmo… Mas estou aqui para reparar minha falta e fechar essas dicas do que ver e fazer em Praga em três dias.

Se eu fosse você, começava seu roteiro em Malá Strana pela manhã. Localizada  entre a Ponte Carlos e o Castelo, Malá Strana permanece um bairro mais residencial. Mas lá pelas nove da matina,  começa a acordar e as lojinhas incrementadas com artesanato, marionetes, cristais, bijuterias reabrem e os turistas começam a dar o ar da graça. As casas do século 17 e 18 promovem uma atmosfera  toda especial ao “pequeno bairro” – tradução de Malá Strana. Almoce por lá mesmo para depois seguir para a colina Petryn, uma descoberta linda e colorida!

 Certamente você já ouviu falar no Menino Jesus de Praga… se não, eu te explico. O Menino Jesus de Praga é uma pequena estátua de Jesus menino localizada na Igreja de Nossa Senhora Vitoriosa, em Praga. Esse santuário fica em Petryn, também em Malá Strana.

 Ok, você não é católico mas o passeio a Petryn vale a pena do mesmo jeito, especialmente na primavera. Pegue o funicular que funciona desde 1891 e realiza uma subida de 130 metros. Além de ser mais uma atração turística,  pode-se observar o funcionamento de um sistema de transporte centenário e também perceber uma das vistas mais bonitas da cidade.

Os coloridos jardins e a atmosfera bucólica, tornam  Petryn um lugar bastante aprazível para desacelerar e recarregar as baterias depois de uma caminhada.

Enfim, Praga é uma cidade recheada de lugares bacanas, por isso, recomendo que seu roteiro seja organizado de acordo com a proximidade entre os distritos. A cidade não é muito grande e maior parte dos passeios podem ser feitos a pé. Organize bem o roteiro, isso vai otimizar seu tempo e evitar aquela correria que eventualmente acontece quando não temos muito tempo na cidade. É claro que cada um tem seu ritmo e suas prioridades, sejam elas, um museu, um parque, um restaurante ou um shopping. Entretanto, em uma cidade do tamanho de Praga , por exemplo, em 3 dias você pode ter uma ótima impressão e se apaixonar a ponto de querer voltar, assim como eu.

Um guia que utilizamos e foi um grande companheiro foi este da Lonely Planet Brasil. Recomendamos!

Boa viagem!

4 thoughts on “Praga: roteiro de três dias (dia 3)

  • 03/03 at 11:50 pm
    Permalink

    Olá Juliana, adorei sua página e contém mtas informações de forma organizada, o que é excelente. Fiquei com uma duvida com relação a divisao dos dias em Praga. Qd vc foi ao Castelo de Praga vc ficou o dia td somente neste local, bem como iniciou pela ponte Carlos? Obrigada ta!?

    Reply
    • 04/03 at 1:00 pm
      Permalink

      Olá Débora, obrigada pela visita!
      Sim, ficamos um dia inteiro visitando o entorno e o Castelo de Praga, por se tratar um terreno com altos e baixos, ou seja, algumas ladeiras, achamos melhor separar um dia para não ficar cansativo. E pode-se iniciar o passeio pela Ponte Carlos, sem problemas.

      boa viagem!

      Reply
      • 08/03 at 8:49 pm
        Permalink

        Muito Obrigada por ter me respondido. Ainda estou com receio de ir por conta da língua (mas creio q falem ingles, obvio) e principalmente com relação a moeda local. Falando nisso, vc poderia me dizer como fez para tal quesito? Comprou lá, onde comprou, levou do Brasil? Obrigadaaaaa

        Reply
        • 08/03 at 8:56 pm
          Permalink

          Não se preocupe com o idioma, todo mundo fala inglês e às vezes, até espanhol. Quanto a moeda, eu usei muito o cartão de débito travel money e paguei em euros mesmo. O que evitava era pagar em dinheiro com um valor que desse um troco muito alto, que sempre era na moeda local. Uma dica é guardar as moedinhas de troco, caso as tenha, para comprar coisas baratas, tipo sanduiche ou passagem de metrô.
          Boa vigem!

          Reply

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: