Rubenshuis – casa do famoso pintor Rubens, Antuérpia

Caminhando pela Rue Meir, na gracinha de cidade chamada Antuérpia, na Bélgica, lembrei que no meu roteiro estava a casa do super pintor Rubens, um gênio barroco do século XVI. Eu não tinha esquecido completamente mas estava achando tão interessante caminhar pelas ruazinhas da cidade, curtir o friozinho tomando chocolate quente que já tinha passado por ela e não tinha entrado. E assim, lá fui eu, conhecer a casa onde o pintor viveu maior parte da sua vida.

O atelier, o singelo jardim e a casa típica foram restaurados e mostram móveis e pinturas da época. O estado impecável  não foi uma surpresa. Tinha certeza de que seria um ótima visita e conhecer um pouco mais sobre a vida e a época de Rubens foi só mais um passeio que eu considero imperdível para quem vai a Antuérpia.

autorretrato de Rubens

 

Os detalhes da sua vida pessoal, as origens, metodologia de trabalho, as tintas, as telas. Tudo que está exposto é cuidadosamente explicado durante a visita e assim, é possível compreender não só a vida do artista mas também como era a sua época.

 Rubens possuía um atelier nesta casa e nele estão peças importantes. É fato mas as mais emblemáticas estão espalhadas pelos museus europeus, entretanto, as  que estão na casa não deixam nada a desejar, Rubens é sempre Rubens! E as pinturas aliadas a documentos e rascunhos escaneados e expostos em telas touchscreen, dão um toque de tecnologia que prende a atenção de adultos e crianças.

Rubenshuis, como é conhecida, fica no centro da cidade e é de fácil acesso. A visita é guiada através de um audioguide, que pode ser adquirido junto com o ingresso na lojinha bem em frente a casa.

Serviço:

onde fica: seguindo pela Rue Meir, entre na Rue Wapper, 9

horário: o museu abre de terça a domingo das 10:00 às 17:00

quanto custa: 8 euros

website: http://www.rubenshuis.be/Museum_Rubenshuis_EN

 

Boa viagem!

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: