Santiago (Vapt-vupt) do Chile

Olá pípol!

A ideia era viajar no período da Copa  para Patagônia mas a agenda profissional nos obrigou a encurtar a rota pela metade e acabamos indo só para  Santiago do Chile. Eu já devo ter dito alguma vez aqui que me apaixonei por Lima, capital do Peru e que achei Buenos Aires meio caída. Mas não é que Santiago é uma graça de cidade?! Arborizada, tranquila e com ares de metrópole além de ser super gostosa de caminhar. Essa América do sul… sempre me surpreendendo…

Então, a viagem foi super-mega-hiper vapt vupt. Chegamos na quarta à noite e voltamos no domingo pela manhã. Foram apenas três dias, onde tivemos que escolher a dedo o que queríamos ver e fazer. Muita coisa ficou para trás, o que nos deu a certeza de quem devemos voltar com mais tempo.

Sou fã de viagens tranquilas, daquelas que dá pra ficar na cidade com calma e ver o que tem pra ver com tranquilidade. E dessa vez, apesar do tempo exíguo não  foi diferente. Escolhemos conhecer algumas atrações da cidade e deixamos muitas outras para trás.  Mas o que vimos foi bem aproveitado, fotografado e guardado em nossas memórias com carinho.

Escolhemos um apart hotel no bairro de Providência. Bairro bacana, com comércio, transporte e facilidades em todo canto. Não tivemos dificuldade alguma para locomoção ou  alimentação.

Santiago não é uma cidade gigantesca mas me lembrou um pouquinho São Paulo. Dá pra fazer praticamente tudo a pé, no centro visitamos a Plaza d’armas (toda cercada por conta de obras), o Palácio la Moneda com sua tradicional troca da guarda, o Mercado Central, o Cerro Santa Lucía,  o Museu   de arte pre-colombiana entre outros edifícios históricos. Outros bairros igualmente interessantes como o pequenino Paris-Londres e o gastronômico bairro de Bellavista, valeram uma caminhada.

Fizemos a tradicional visita a vinícola Concha y Toro e  passamos um dia na estação de esqui no Valle Nevado. Conhecemos alguns restaurantes legais, caminhamos muito e aos pouquinhos vou postando tudo  aqui.

Seguem  algumas informações básicas para organizar sua viagem.

voo  direto: LAN

idioma: espanhol e eles compreendem muito bem nosso português

moeda: peso chileno.

Câmbio: você pode sacar em caixas eletrônicos pagando taxa ou trocar em casas de câmbio no centro.  Pegamos uma variação entre 232 a 248 pesos por 1 Real. O dólar é bem aceito em restaurantes e lojas nos centros de artesanato

transporte: metrô

plano-metro-santiago

 

Empresas para contratar transfer e passeios: Turistour e Turistik (utilizamos as duas e recomendamos)

Algumas imagens que fizemos:

Tomada utilizada por lá (leve adaptador)
chile2014-971
Troca da guarda em frente ao Palácio la Moneda
dscn0129
Catedral
chile2014-1004
Museu chileno de arte pré-colombiana
chile2014-1040
Cerro Santa Lucía
dscn0262
Vista do Cerro Santa Lucía
chile2014-1072
Vinícola Concha y Toro
chile2014-1136

Vale Nevado

chile2014-872

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: