Tarde à milanesa

Se você tivesse apenas uma tarde Milão, o que faria? Eu não tive dúvidas, fui conhecer a Catedral ou como é mais conhecida, a Duomo de Milão. Obviamente, deu tempo para dar uma volta pelos arredores e tomar aquele sorvetinho italiano… ahhh o gellato

Recoverd_jpg_file(12241)

A Duomo de Milão impressiona. Por tudo, pela arquitetura gótica, pelo tamanho, pelos detalhes… ela se destaca, sabe? Demorou 430 anos para ficar pronta! A praça é cheia de pombos e camelôs, mas eu preferi prestar atenção na poesia que era a revoada dos pássaros no final da tarde.

Recoverd_jpg_file(16375)

Ao lado, não menos impressionante está a galeria Victorio Emanuelle. Construída em 1870, a galeria abriga as lojas de grifes famosérrimas, cafés, restaurantes e hotéis que não são para o meu bico mas fotografar e observar os detalhes da arquitetura eram de graça, portanto, aproveitei.

Recoverd_jpg_file(12201) Recoverd_jpg_file(12200) Recoverd_jpg_file(12198) Recoverd_jpg_file(10680)

Atrás da galeria, nos arredores podemos ver o teatro Alla Scala, local onde a soprano Maria Callas mais fez apresentações em sua carreira e Giani Versacce foi figurinista no começo da carreira.

Sorveterias por perto existem várias  e merecem todo os louros da vitória. Quase sempre feitos de modo artesanal, os sabores, a diversidade de texturas e as cores fizeram dos sorvetes italianos uma doce lembrança da minha viagem a Itália.

Como disse, eu tinha uma tarde em Milão, estava vindo de Verona e com destino a Suíça, por isso, não deu pra montar nenhum roteiro para rodar a cidade.

Recoverd_jpg_file(12243) Recoverd_jpg_file(10679)

Andei pelas ruas ali do centro, fui ao supermercado comprar a janta, dei uma volta rápida para “sentir” Milão. Mas faltou muita coisa pra ver…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: