Uma Capela muito peculiar

Aonde vais, caminhante acelerado?

É com essa pergunta que começo esse post. Dando um rolé ultra rápido pela região do Alentejo em Portugal, o viajante remediado e sua equipe fizeram uma paradinha em Évora e lógico que tinham que conferir a atração, digamos, mais diferente da cidade. Não era um museu, nem um monumento, nem uma praça, era uma igreja, mas especificamente uma capela, a Capela dos Ossos, situada nos fundos da igreja de São Francisco.

Construída no século XVII por iniciativa de três monges que, segundo relatos históricos, tinham a ideia de transmitir a mensagem de transitoriedade da vida. E eles fizeram isso de uma forma bastante inusitada.

Logo na entrada somos recebidos por uma frase inquietante:

“Nós ossos que aqui estamos pelos vossos esperamos”

paris-e-evora-279 paris-e-evora-278

Eu já sabia o que iria encontrar dali por diante, mas ver ao vivo e a cores foi impactante.

As paredes e os pilares estão “ornados” com ossos e caveiras (cerca de 5mil) unidos por cimento. As abóbadas são de tijolos e pintadas com motivos que fazem referencia à morte.

paris-e-evora-275 paris-e-evora-274 paris-e-evora-270

Sombria, fria, mórbida, a Capela recebe inúmeros visitantes por dia e é sem dúvida um lugar daqueles que você não vai gostar de conhecer, no entanto vai lembrar pelo resto da vida.

paris-e-evora-273 paris-e-evora-272

Alguns poemas escritos nas paredes chamam a atenção pela relação que podemos fazer com a nossa própria vida. Eu, por exemplo, me identifiquei ao ler a palavra “caminhante”. O que não deixo de ser em minhas viagens: um ser caminhante.

Aonde vais, caminhante acelerado?
Pára… não prossigas mais avante;
Negócio, não tens mais importante
Do que este, à tua vista apresentado.

Recorda quantos desta vida tem passado,
Reflecte em que terás fim semelhante,
Que para meditar causa é bastante
Terem todos mais nisto parado.

Pondera, que influído d’essa sorte,
Entre negociações do mundo tantas,
Tão pouco consideras na morte;

Porém, se os olhos aqui levantas,
Pára… porque em negócio deste porte,
Quanto mais tu parares, mais adiantas.

(Este soneto é atribuído ao Padre António da Ascensão Teles, pároco na igreja de São Francisco entre 1845 e 1848).

Serviço:

Onde fica: A Capela está localizada na praça 1° de Maio

Quando abre: 09:00 – 12:45 // 14:30 – 17:45,  Domingo – 10h00

Quanto custa: Adultos – 2 Euros, Estudantes – 1,50 Euros

Autorização para fotografar – 1 Euro

Évora possui outras atrações que valem uma visita também. A Praça do Giraldo e o Templo de Diana, uma construção romana em terras portuguesas, são algumas. Um dia na cidade é suficiente.

paris-e-evora-266 paris-e-evora-262 paris-e-evora-260 paris-e-evora-255 paris-e-evora-252

Évora está distante cerca de 150 quilômetros de Lisboa, se estiver por lá é possível fazer um bate-volta de trem, carro ou ônibus.

Boa viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: