Viena: roteiro para três dias (dia 1)

Foram quatro dias e meio em Viena. Chegamos no início da tarde, com um dia lindo mas logo o tempo mudou, a temperatura desabou e pegamos chuva e frio até quase o último dia.

Viena é uma cidade encantadora, com muitas atrações para ver, bons lugares para comer e passear. É uma cidade plana, arborizada, limpa e segura. Os restaurantes e cafés no centro não são baratos, uma refeição custa em média 20 euros, entretanto, os produtos vendidos em mercados são bem mais em conta. Comprei chocolates, queijo para o lanche noturno, água e biscoitos a preços de banana. Se você quiser levar chocolates com lembrança, comprar hidratantes e alguns produtinhos básicos para a pele por exemplo, passe no mercado.

 Cumprimos mais ou menos o seguinte roteiro:

 1º dia

kunsthistorisches museum

almoço

Museums Quartier – Leopold museum

passeio a pé

 2º dia

Palácio Schonbrum

almoço

Sacher torte

Concerto de musica ao ar livre

 3º dia

Belvedere

almoço

Catedral

Museu Mozart

Centro da cidade

Eu digo mais ou menos, porque alguns lugares como o Belvedere, nós fomos duas vezes. Como tudo é bem pertinho, exceto o Palácio Schonbrunn, é fácil definir um roteiro e adapta-lo a outras atrações e até incluir uma apresentação de ballet ou ópera que não conseguimos ver em Viena e sim em Praga mas eu conto isso depois.

 Para o post não ficar muito grande e cansativo, vou dividi-lo em três – um para cada dia.

 1º Dia

 Kunsthistorisches Museum

almoço

MuseumsQuartier Leopold museum

tour a pé

O primeiro dia em Viena foi quase desanimador. Com um chuva torrencial e um frio de doer, o que fazer? Procurar um lugar seco e quentinho. Logo, fomos ao museu! A ideia inicial era conhecer os aposentos da rainha Sissi, bem no centro da cidade, próximo ao MuseumsQuartier. Só que a fila estava imensa e não dava pra esperar debaixo da chuva e do frio. Resolvemos então caminhar em direção ao Kunsthistorisches Museum, o museu de Belas  Artes de Viena. A fila também era grande mas andou bem rápida e como eu sabia que o acervo era enorme e que lá dentro havia restaurante, café e conforto, não tinha erro: nossa manhã seria lá dentro.

leste-europeu2013-795
Aposentos da Rainha Sissi ficou para próxima…

 

Museu de Belas Artes

viena-wagner-035

 

viena-wagner-068 viena-wagner-050 viena-wagner-040

 E foi ótimo! O museu além de funcionar em um edifício maravilhoso de tão lindo, o acervo, especialmente o de arte egípcia, é espetacular. Quando demos conta, já passava da hora do almoço há muito tempo. Olhando o cardápio, optamos por fazer uma pequena refeição no restaurante do museu, havia fila, óbvio… mas a comidinha era muito boa e o preço não foi tão alto quanto pensávamos. Só não ter que caminhar debaixo da chuva e com fome, já valeu os euros a mais.

leste-europeu2013-840

 Em frente ao Kunsthistorisches está localizado o Museu de História Natural que também vale a visita. Eu não fui porque estava perto do museu Leopold, no MuseumsQuartier e queria visita-lo antes que fechasse.

leste-europeu2013-890

 E foi que fizemos. O MuseumsQuartier é um complexo de museus situado em prédios históricos que mesclam arte contemporânea com a arquitetura barroca. O Leopold museum e o Mumok – museu de arte contemporânea, estão dispostos um de frente para o outro. Escolhemos o Leopold pelo seu acervo e por duas exposições que me interessavam bastante: uma retrospectiva de Klimt e outra de Schiele. Dois artistas plásticos com uma obra diferenciada e muito intrigante.

leste-europeu2013-865  leste-europeu2013-871 leste-europeu2013-874 viena-wagner-325                      

Depois de visitar o Leopold, a ideia era de tomar um café ali no entorno mas já passava das cinco da tarde e com o tempo ruim, os restaurantes estavam todos fechados. Seguimos caminhando, já que a chuva tinha dado uma trégua. Passamos pela Biblioteca Nacional, Parlamento, Prefeitura…

leste-europeu2013-802 leste-europeu2013-813 leste-europeu2013-810 leste-europeu2013-1099

Depois de tanta andança por museus e com um frio de 7 graus, decidimos pegar o metrô mais próximo e voltar para o hostel. À noite, jantamos um apetitoso schnitzel de frango com batatas e salada em um restaurante pertinho dali.

4 thoughts on “Viena: roteiro para três dias (dia 1)

  • 04/12 at 6:44 pm
    Permalink

    Nossa !!! post bem legal o seu, vc explica tudo nos mínimos detalhes, adorei !! Muito bom para termos uma ideia do que conhecer. Você foi a Praga e Budapeste também ? Se sim, poderia me enviar o link dos roteiros…Estarei fazendo o leste europeu ano que vem…
    Muito Obrigado !!

    Reply
    • 04/12 at 11:09 pm
      Permalink

      olá Marcelo! Muito obrigada! Sim, estivemos em Budapeste é Praga tbm eh só conferir no menu as dicas que estão divididas por países.
      Abraços , Juliama

      Reply
  • 26/02 at 1:01 am
    Permalink

    Adorei teu post ! Obrigada ! Onde ficaste hospedada?

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: